Feliz Natal

Feliz Natal

terça-feira, 13 de abril de 2010

Sabes a vida é isto mesmo...



Sabes a vida é isto mesmo
Dum lado quem escreve
Do outro quem lê
Nem sempre em sintonia
Das palavras que trazem sons
Dos sons que dão às palavras
Mas sabes é mesmo isto
Escrevo para ti
Sem te ver no momento
Mas sinto dentro de mim
Essa força de vencer
Sem ti não sou nada
Sem ti morro amargurado
Mas sabes ainda não morri
Por isso estou aqui
Bem perto de ti
Sente o meu coração a palpitar
Sim a saltar de alegria
Sempre que penso em ti
Aqui mesmo ao meu lado
Estas presente enfim
Sabes é mesmo assim
Uns lêem
Outros vêem
Outros correm
Outros não tem tempo
Mas eu estou mesmo aqui
Sentindo o teu bater
O teu palpitar
O teu sorriso e o embalar
Desse teu olhar
Que me deixou mesmo aqui

3 comentários:

Maria Inês Teixeira de Queiroz Aguiar Marçalo disse...

Gostei!!!
É mesmo verdade o que diz em verso; parabéns e beijinhos a todos.
Mãe e avó.

Andradarte disse...

Amargurado????....a vida é assim mesmo.
Apreciei
Abraço

Rebecca disse...

hola LP,
lamentablemente NO entiendo TODO.
Pero a rasgo general es un sincero poema.

El traduchto no me ayudó mucho.

besitos^^
un abrazo^^

Passageiro