Feliz Natal

Feliz Natal

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Navegar no sonho


Na distância de um braço ali mesmo ao meu lado
No beiral chilreando a todo o momento
Do dia que corre um pouco abafado
Será frio fome ou sede ou só mesmo lamento

Madrugada igual a tantas outras
Diferente pela luz que entra pelas frinchas
Reflexo no centro do quarto
No momento de acordar e estar farto
De estar só aqui na distância do tempo
Onde a corrente te ilumina
Mesmo em pleno dia
Á beira mar do teu imaginário
Ou simplesmente matinal
Diferente do presente
Numa viela de calçada portuguesa
Onde os toiros passarão naquele dia
Igual a tantos outros de anos anteriores
Mas diferente este ano pela tua presença
Como é bom sonhar neste mundo
Onde tudo corre de feição aos políticos
E nós de mãos atadas ao sistema
Embarcamos em naus sem remos
De velas desfraldadas pela tormenta
Sem rumo nem terra a vista
Eu o mar e o teu olhar
Adormeço e deixo-me navegar

Sem comentários:

Passageiro