Feliz Natal

Feliz Natal

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Palavras...



Um verso sem rima
Com cor e um pouco de dor
Um verso sem alma
Com sabor e odor
Palavras que se juntam em manifestação
Que falam de tudo e de  nada
Até dizem que não há coração
Perdem-se com chuva ou com sol
Em estradas inclinadas outras rectas e sem fim
Riem-se umas das outras e até choram
Quando sentem a dor de não ter sabor
São palavras e nada mais
São sonhos que não se concretizaram
Contos de outros tempos que findaram
Palavras nada mais do que isso

1 comentário:

Isabel Maguiar disse...

Não acredito em poemas sem alma, mas sei que existem almas sem poesia. Não é o teu caso, ainda bem.
Isabel

Passageiro