Feliz Natal

Feliz Natal

terça-feira, 4 de maio de 2010

Um Beijo...



Carrego no meu pranto
A saudade
E no meu manto
A Liberdade
Que me faz voar
Sem nunca parar
Como pássaro
Sem lei
E tudo o que farei
Por ti desejo
Ao meu jeito
Um beijo

2 comentários:

Geisa Machado disse...

Oi Luiz!
Que jeito doce de falar sobre saudade e de pedir um beijo. Muito bom!
E também foi muito bom o seu comentário lá no meu blog. Eu esperava que um homem se pronunciasse a este respeito e ainda bem que o fez.
Concordo com você quando diz que o sentimento não se quantifica e amor de mãe/pai são iguais. O que eu quis colocar foi que a SOCIEDADE diz que a mulher é o próprio amor. A princípio parece que vocês, homens, ficam de fora nesta história. E ficam mesmo, porque a mulher toma para si este encargo divino e não deixa que vocês participem. O que eu quis mostrar é o peso que isto traz a elas, porque o amor exige reciprocidade e quando isso não acontece, vem a frustração e as mulheres têm mais frustrações do que os homens.
Nos meus textos eu não exalto e nem denigro nenhuma das figuras femininas e masculinas. Quero levar as pessoas a pensarem a respeito. Se as mulheres lutam pelos mesmos direitos e querem ser iguais aos homens, vamos aprender com vocês a sermos mais práticas, criando menos expectativas e abrindo espaço para atuarmos juntos nas questões amorosas.
Eu acho ótimo quando um homem faz este tipo de comentário que você fez, para desmistificar a figura do homem machista e insensível.
Ficarei muito contente com a sua presença, mais vezes, lá no meu cantinho.
Bjusss

Maria Inês Teixeira de Queiroz Aguiar Marçalo disse...

POUCAS PALAVRAS, MAS MUITO FICA DITO! GOSTEI A VALER!
UM BEIJINHO A SI E TODA A FAMÍLIA!
M.I.

Passageiro