Feliz Natal

Feliz Natal

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Contra luz



Na estrada solitária até ao monte
Ouço o chilrear pelo caminho
Um pouco de água daquela fonte
Onde em pequeno me saciava devagarinho

Queria acabar de sonhar
Cessar de fazer tudo ficar quieto
Talvez quem sabe tentar voar
Desse medo que o tenho por certo

Dói-me tudo essa dor de dentro
Que me consome que me flagela
Uns dias me dão muito alento
Outros deixam deitado na viela

Vagueio por esses caminhos sem desenredo
Pelos cheiros que um dia tão bem conheci
Mas olho à minha volta é só arvoredo
Aparece então a tua imagem que reconheci

Entre o suor que passeia na minha cara
Nos tremores de me perder nesta terra
Encontrei-te foi uma coisa rara
Levar-te-ei até alto da serra

Juntos olharemos a nossa volta
Este azul que ainda existe nos seduz
Será por estes lados que abriremos uma porta
Com vistas para o mar com muita luz

1 comentário:

Anónimo disse...

UM SANTO E FELIZ NATAL, REPLETO DE PAZ, AMOR, HARMONIA E SOLIDARIEDADE


http://elfyourself.jibjab.com/view/Pbqb4zXaMvJaOKMI

Passageiro