Feliz Natal

Feliz Natal

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Palavras vazias




Esperar que apareça para não ficar só
Escrever mais rápido para lá da casa
Por vezes até sinto dó
Como um tiro que se dá em plena asa

Dói que dói esta dor sentida
De me encontrar em segundo plano
Mas um dia vai sarar esta ferida
Com a morte coberta com um pano

Sem lamentos nem dores infinitas
Lágrimas que deixam de brotar
Que sinto que são deveras esquisitas
Mas o tempo as levará a sarar


Por vezes dou comigo entre as escritas
Dos dizeres que nada dizem
Algumas palavras proscritas
Como rede no mar a bater

São as bocas do mundo
Defendidas até ao infinito
Um dia vai mesmo ao fundo
Este barco e sem um grito

2 comentários:

Isabel Maguiar disse...

Uma arvore é composta por três partes: raizes, tronco e folhas.
Enquanto as raizes forem saudaveis a arvore florirá na primavera. Elas não precisam de ser vistas, nem de dar nas vistas. Mas estão lá, para dar continuidade á vida.
beijinhos

Andradarte disse...

Obrigado pela sua visita....ficarei
seguidor.
Abraço

Passageiro