Feliz Natal

Feliz Natal

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Frio e que frio...


Nem chuva
Nem sol
Só frio pela madrugada
Não é nenhuma embrulhada
Simplesmente a vida
Que um dia se decida
Na montanha do meu País
Que sempre o quis
Das minhas palavras
Mesmo danadas
De saudade
Será da idade
Batem à porta
Será sorte
De nada me vale
Afinal era um sonho
Tão medonho
Que o rio me levava
Esse furioso
Do lado de lá da vida
Despida
E cheio de frio

Sem comentários:

Passageiro